R$ 6.941.800,00
Premiação Distribuída
281651
Fornecedores Incluídos
188434
Consumidores Cadastrados
65911
Bilhetes Premiados
32424838
Bilhetes Gerados

08/05/2017 | Lideranças comunitárias do Guamá concluem curso de educação fiscal

05/05/2017 18:17h

Lideranças comunitárias do bairro do Guamá, em Belém, participaram nesta sexta-feira (5) da última aula do curso "Disseminadores em Educação Fiscal", promovido pela Escola Fazendária da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), em parceria com o Núcleo de Articulação e Cidadania (NAC). Com 20 horas de aulas, a capacitação foi realizada no Lar Fabiano de Cristo, desde a última terça-feira (2).

Morador do Guamá desde criança, o pintor Helton Góes, 34 anos, sempre participa dos cursos oferecidos no Lar Fabiano de Cristo. “Conhecimento não faz mal pra ninguém. Nesses quatro dias aprendi muito sobre a importância da nota fiscal, dos impostos que pagamos e até a identificá-los nas nossas contas de energia e água. O curso vai ajudar na minha profissão, para que eu possa emitir nota e ser um contribuinte consciente”, ressaltou.

Para a estudante de Design de Moda Ana Cláudia Tavares, 31 anos, o curso trouxe informações sobre como a população pode fazer sua parte e ajudar o poder público na execução das políticas essenciais à sociedade. “Eu agradeço muito pela oportunidade de fazer esse curso, pois aqui aprendi que as coisas começam a mudar a partir da gente. Com certeza vou repassar esses ensinamentos para outras pessoas”, acrescentou a universitária.

Conteúdo - Os participantes aprenderam mais sobre a relação do Estado com a sociedade; ética e cidadania; função social dos tributos, e gestão democrática dos recursos públicos, além da educação fiscal na prática. “Cada turma tem algo especial, e procuramos ensinar e repassar o máximo de informação possível no curto espaço de tempo”, informou Marinéa dos Santos, técnica em Gestão da Sefa, responsável por ministrar o curso.

Os objetivos da iniciativa são colaborar para a formação de cidadãos, ensinando o papel dos tributos e orçamentos públicos na construção de uma sociedade justa e solidária; sensibilizar sobre a importância do tema cidadania fiscal na vida de cada um e no cotidiano da comunidade, e estimular os cidadãos a se apropriarem dos instrumentos da Educação Fiscal para a promoção de políticas públicas capazes de reduzir as desigualdades sociais.

A assessora técnica do NAC, Ionele Azevedo, participou da última aula e agradeceu o empenho de todos que concluíram o curso. “Que vocês realmente sejam disseminadores de informação e ponham em prática todos os ensinamentos adquiridos”, disse ela aos participantes.

Informação para todos - Ao final dos módulos, os participantes falaram sobre o que pretendem fazer com esse aprendizado. Sebastião de Souza, 75 anos, uma das lideranças do Centro Comunitário Riacho Doce, no Guamá, frisou que nunca é tarde para aprender. “Apesar de já saber algumas coisas passadas aqui, revi muitas coisas que serão úteis para os moradores que fazem parte do nosso Centro. Temos muito para aprender”, afirmou.

Maria Paiva, 63 anos, também é líder na comunidade Riacho Doce, e mesmo fazendo quimioterapia compareceu a todas as aulas. “Eu sempre faço os cursos oferecidos, pois a gente aprende e consegue repassar melhor as informações. Temos que fazer a nossa parte. Eu estou fazendo a minha, para ajudar outras a fazerem a delas”, explicou Maria Paiva.

Por Erika Torres

Foto: ERIKA TORRES / ASCOM NA