R$ 6.941.800,00
Premiação Distribuída
281651
Fornecedores Incluídos
188434
Consumidores Cadastrados
65911
Bilhetes Premiados
32424838
Bilhetes Gerados

15/03/2017 | Sefa participa de operação e apreende madeira no rio Pará

As Secretarias de Estado da Fazenda (Sefa) e de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), a Receita Federal e a Marinha do Brasil concluiram nesta terça-feira, 14, na área conhecida como Carapijó, próxima a Barcarena, operação de fiscalização e segurança no rio Pará, que tem grande fluxo de embarcações. A Marinha disponibilizou um navio e duas lanchas. Sefa e Receita Federal também utilizaram embarcações na ação.

Durante a operação foram apreendidos dois barcos que desciam o rio vindos de Abaetetuba, trazendo cerca de 40 metros cúbicos de madeira, sem possuir guia florestal e nem documentos fiscais. De acordo com o diretor de Fiscalização da Sefa, auditor de receitas estaduais Shu Yung Fon, a secretaria lavrou termo de apreensão e a Semas, que vai receber a carga, também iniciou o procedimento de apuração das irregularidades relacionadas ao transporte de madeira não autorizado pela autoridade ambiental. A operação iniciou no dia 13, segunda-feira.

Cachimbo

Auditores e fiscais de receitas estaduais da Sefa lotados na unidade fazendária Serra do Cachimbo, na Rodovia BR-163, em Novo Progresso, apreenderam, no dia 8 deste mês, quatro carretas que transportavam madeira sem permissão ambiental e com documentos fiscais irregulares. Os veículos foram apreendidos durante fiscalização volante feita em localidades próximas do posto fiscal.

As quatro carretas transportavam 114 metros cúbicos de madeira serrada das espécies cupiúba, angelim e massaranduba e os condutores portavam documentos fiscais irregulares. Foram lavrados Termos de Apreensão e depósito no valor total de R$ 26.380,52.

A informação obtida dos transportadores é de que a madeira foi extraída de municípios localizados no oeste do estado do Pará e seriam encaminhadas para estados das regiões Sul e Sudeste do país. Após finalizados os procedimentos de fiscalização, todas as cargas foram entregues ao Ibama de Novo Progresso, para que sejam realizados os procedimentos que se referem ao crime ambiental.

De acordo com o coordenador da unidade, fiscal de receitas estaduais José Carlos Silva, as fiscalizações volantes são realizadas periodicamente, na Rodovia BR-163, visando coibir o transporte ilegal de produtos.

Por Ana Marcia Pantoja
Foto: Ascom Sefa